ESTANDELAU

Exposição O livro da dúvida - Capitulo 1 - Adentrando o falto - 02 de abril a1º de junho / 2014

 

   Em “O livro da dúvida- Capítulo 01 - Adentrando o falto”, Estandelau revela uma espécie de narrativa, bastante fluida, que inclui desenhos, pinturas, fotografias, vídeo e áudio tensionando a relação entre a legibilidade das palavras e a visualidade das imagens.

   A exposição é construída numa vigorosa aproximação entre cidade e literatura, assim como entre as formas do texto e as imagens. O texto, sempre incompleto, sugestivo e lacunar, combina-se com a imagem e convoca o público a entrar no universo peculiar desenvolvido pelo artista.

   “Minha mãe orientou-me a observar a arquitetura, as pichações e toda uma simbologia urbana como pontos referenciais para traçar e recordar o meu trajeto. Essa percepção do espaço fez com que eu entendesse um tipo de manifestação urbana que além de orientar meus passos dentro da cidade, chamava minha atenção. Transformei essa vivencia banal que eram as Caminhadas, em uma experiência ideológica que me orientou e orienta como indivíduo presente no cotidiano dos bairros e cidades por onde passo”, conta Estandelau, que complementa sobre a exposição, “o ponto de partida foi conceber um personagem ao qual foi dado o privilégio de vislumbrar o que possui. E isso ao mesmo tempo em que o engrandecerá também o esvaziará. A ideia é convocar o público a percorrer o mesmo itinerário: a cada passo uma nova situação e a cada situação um novo passo. Para o ‘andarilho’ inexiste o descanso.”

Please reload