Ricardo Burgarelli e Luisa Horta

Exposição Guerra dos Perdidos - 17 de setembro a 1º de dezembro / 2013

 

   A instalação “Guerra dos Perdidos”, Luísa Horta e Ricardo Burgarelli  acionaram as questões da memória em outra direção. A obra traz imagens, textos e fragmentos de objetos que recontam uma suposta guerra criando uma narrativa que oscila entre história e fabulação.

  A exposição se constrói na força do imaginário e na expressiva fisicalidade de uma memória que se trama entre lacunas, dúvidas e novas fabulações. “Os objetos e as imagens que trazemos à exposição se monumentalizam enquanto arquivos, funcionam como estruturas simbólicas do passado na articulação de tempos e eventos justapostos na associação dos campos do real e do imaginário”, conta Luísa Horta.

  A artista explica que seu trabalho atravessa a narrativa do acontecimento, seja ele histórico ou doméstico, considerando as muitas camadas que o comportam. “O que eu e Ricardo fazemos é trabalhar com a profundidade e a sobreposição dessas camadas, de certo modo balançando os significados desses pedaços que são estremecidos quando colocados em contato”, evidencia.

Please reload